Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

29
Mai19

O dinheiro sempre em primeiro lugar

David Marinho

O futebol fez sempre parte da minha vida, como uma extensão natural daquilo que sou. Talvez seja das raízes profundas de um Portugal que viu neste desporto uma forma de expandir a sua imagem, de distrair massas e, enfim, ganhar dinheiro.

É por isso que me entristece o rumo que se tem tomado ao longo dos anos. Infelizmente, o dinheiro é quem comanda tudo. É quem paga os ordenados, os serviços prestados, os espaços, as obrigações contratuais, etc, etc. A violência sempre existiu e era muito pior do que agora, só que agora existe televisão e transmitem cinquenta ângulos diferentes para as mesmas cenas, repetidas até à exaustão. Não fosse eu profissional em ter macaquinhos na cabeça, diria que só vê quem quer. Mas como sou, até digo mais: só vê quem quer e só não acredita quem não quer.

Mas o dinheiro não abundou sempre, pelo menos desta maneira.

A UEFA, federação europeia, decidiu colocar a final da segunda competição mais importante da Europa no Azerbeijão, na capital Baku. Estádio espectacular com quase 70000 lugares. A final consistiu no seguinte:

  • Duas equipas de Londres (4800km de distância em linha recta do local da partida)
  • Foram vendidos 12000 bilhetes, 6000 para cada clube e o resto foi devolvido. Sobrou cerca de 57000 para quem quisesse assistir. Estádio vazio.
  • Não havia viagens directas para lá (que eu tenha visto). Cerca de 8 a 14h de viagem.
  • O jogo iniciou-se às 23h, hora local. Os festejos aconteceram há 1 da manhã.
  • Um dos jogadores do Arsenal é o Mkhitaryan, jogador Arménio, titular da equipa. Não pode viajar porque nenhum Arménio pode entrar no Azerbeijão (há excepções para atletas mas...) devido aos confrontos sangrentos ocorridos entre 1988 e 1994 que resultou num corte de relações entre os dois povos.

Interesses económicos estiveram na base da escolha deste sítio (claro!). Com todo o respeito pelo país, que eu não quero provocar um acidente diplomático, mas depois de verem como foi o jogo, irão perceber porque o dinheiro não pode mesmo comprar tudo.

Resultado de imagem para chelsea arsenal empty stadium

fonte

01
Mai19

Alheamento completo

David Marinho

Gostava de perceber em que parte da História começámos a perder a capacidade de sermos humanos.

Acabo de ler a simples e surreal história de uma senhora que, ao chegar ao multibanco, se depara que estão 200€ na ranhura, esquecidos por uma outra senhora que os levantou. Com isto, pega no dinheiro e leva-o à senhora que estava ainda por perto e, feitos os agradecimentos, ouve a mesma senhora dizer entredentes: "É mesma parva, era mesmo eu!".

O gesto é de louvar e humanidade pede-se, todos nós sabemos. Mas...onde falhámos para que a ganância tomasse conta disto? Completa falta de valores, completo alheamento da realidade, das pessoas, de tudo. 

Não o questiono por ingenuidade, que eu sei que isto não é de agora. Mas onde começou ou nota-se mais agora do que se notava?

 

19
Fev19

Comprar casa

David Marinho

Não me passa outra coisa pela cabeça, sou sincero. Mas o processo de compra é das coisas mais chatas e aborrecidas de que tenho memória, só porque uma pessoa não nasceu rica e não pode dar aquele dinheiro todo assim do pé para a mão. 

Pior ainda é saber que as condições até há alguns anos era relativamente mais fácil, com garantias mais enfraquecidas pelo sistema mas que servia na mesma. Agora? Nossa Senhora! 40 anos de guilhotina autêntica, com a cabeça a prémio, e isto se conseguir o dinheirinho todo para pagar a casa ao início porque até conseguir...

É por isso que ser velho com dinheiro tem tanto impacto como ser jovem sem. Há potencial para tudo mas não chega, ou já não chega para tudo - e não interpretem isto de várias forma, está? Já sei como vocês são.

E por isso, para combater o Sistema, é que agora me tornei o Rambo das Finanças, na esperança de ainda conseguir forma de arranjar isto, sem que tenha uma arma apontada o tempo todo. É preciso treino e persistência. Assim seja!

Pesquisar

Compra já!

Bertrand

20% a 50% em TODOS os livros - Mrec

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Posts mais comentados