Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Olhem como chove!

IMG_0259.jpgPois é, a chuva hoje não abranda e eu estou de folga (pausa para aquele risinho malandro), vendo-vos em completo stress por levarem com a mãe natureza em cima (isto soou mal?). A chuva para mim é poesia, um desembaraço da alma. Parecendo que não, só a memória e o pensamento que temos quando ouvimos falar de chuva, já nos transporta para um estado de espírito que não se coaduna com nada menos do que sentimento, paixão, anestesia das emoções. Quem não encontra na chuva um livro, uma caneca de café, chá, chocolate quente, uma manta, luzes apagadas para sentir o escuro do dia? Quando decidi pelo nome do meu espaço, foi também a pensar nos Domingos à tarde de chuva, que pedia total inércia, total apaziguamento do corpo. 

No entanto eu percebo, a chuva estraga os planos lá fora, tira esperança de umas saídas engraçadas e molha. Ninguém gosta de se molhar, muito menos quando é Inverno e as temperaturas descem a pique. 

Mas a carga emocional que a chuva tem, essa é muito maior do que qualquer estado de espírito ou outro estado do tempo.

Bom dia.

hippie-mrec

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.