Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Domingo à tarde

inacabado, como este título

David Marinho | 30.10.20
Já fui mais sincero a escrever. Já dei tudo nas letras, da forma mais crua e nua para que todos pudessem ler. Não era vaidade, não era fama, não era vitimização mas era onde me sentia (...)

(Des)confinar a realidade

David Marinho | 01.05.20
Não há forma de conter isto, de conter as pessoas, tudo. As pessoas definitivamente entraram num estado onde o vírus já não entra no pensamento, que o perigo é muito menor que a liberdade (...)

Tão díficil

David Marinho | 21.04.20
Oh tempo, tempo pensei ser fácil demais. Preso, amarrado  com falta desse ar que mesmo poluído, não é ar de prisão. Morre, vírus, morre.